18 de outubro de 2017

Diocese construirá memorial dedicado a Padre Josimo


O memorial começou a tomar corpo na noite desta terça-feira, 18, durante reunião realizada na residência episcopal com a presença de representes do Centro de Estudos Bíblicos - Cebi, Centro de Defesa dos Direitos Humanos Padre Josimo, Centro de Defesa da Vida de Açailândia, de pessoas que tiveram um convívio muito próximo com padre Josimo, e com a participação do bispo de Imperatriz Dom Vilsom Basso. 

O memorial era um desejo antigo do Cebi e de instituições que a cada ano celebram a memória do padre da Diocese de Tocantinópolis assassinado em Imperatriz no dia 10 de maio de 1986 por defender trabalhadores rurais sem terra. 

Na reunião, Dom Vilsom anunciou que a diocese cederá o espaço para o memorial que será construído no Centro Diocesano de Pastoral, na Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa no centro, local onde Josimo Tavares foi atingido a tiros. 

Nos próximos meses a equipe responsável pelo memorial fará um trabalho de pesquisa para juntar vídeos, fotos, documentos e todo material que conte a vida, o sacerdócio e o martírio de Josimo. A previsão da inauguração do memorial é 10 de maio do ano que vem, quando a morte de Josimo completa 32 anos. Nesta quinta-feira, Dom Vilsom Basso vai ao povoado Sete Barracas zona rural de São Miguel do Tocantins, onde visita dona Raimunda líder camponesa fundadora do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Côco Babaçu. 

Hoje cega e aos 77 anos dona Raimunda foi amiga e conselheira de padre Josimo Morais Tavares.

Texto: Josafá Ramalho

16 de outubro de 2017

DataIlha/Difusora: Flávio Dino lidera com 53% contra 24,7% de Roseana Sarney


Pesquisa divulgada na manhã desta segunda-feira (16) pela TV Difusora (SBT) no programa Bom Dia MA mostra que o governador Flávio Dino (PCdoB) continua liderando a disputa para o governo do estado. 

O comunista tem uma vantagem de mais de 20 pontos sobre a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB). O levantamento foi realizada pelo Instituto DataIlha, entre os dias 9 e 11 de outubro. Se as eleições para o governo do Estado fossem hoje, Flávio Dino teria 53% dos votos, enquanto Roseana alcançaria 24,7%. Em seguida aparecem o deputado Eduardo Braide (4,4%), o senador Roberto Rocha (2,2%) e a ex-prefeita Maura Jorge (1,2%). Brancos e nulos somaram 9,1% e 5,5% não sabem ou não responderam. 

Levando em consideração os votos válidos, Flávio Dino aparece com 62,06% contra 28,91% de Roseana Sarney. 

Na pesquisa espontânea, Flávio Dino lidera com 38% das intenções de votos e Roseana Sarney 19,2%. Eduardo Braide surge com 3,3%, Roberto Rocha com 0,9% e Maura Jorge 0,6%. Brancos e nulos 7%. Não sabem ou não responderam 29,8%. 

No item rejeição, Roseana lidera onde 45,5% disseram que não votariam nela de jeito nenhum. O governador Flávio Dino é rejeitado por 26% dos consultados. DataIlha/Difusora: Flávio Dino lidera com 53% contra 24,7% de Roseana Sarney 

APROVAÇÃO 

No quesito aprovação, o governo Flávio Dino é aprovado por 57,4% dos entrevistados, enquanto que 36,2% não aprovam sua gestão. O DataIlha foi o único instituto a cravar o resultado da última eleição para prefeito de São Luís. Reveja AQUI

Fonte: John Cutrim do Jornal Pequeno

10 de outubro de 2017

100 anos de Revolução Russa: Um degrau civilizatório


Neste mês de outubro completa-se 100 anos de um dos maiores movimentos políticos na história da humanidade. A revolução Russa, realizada em 1917 foi um importante degrau em nosso processo civilizatório assim como foi também a Revolução Francesa no século  XVIII.

Os impactos decorrentes do movimento revolucionário russo se estenderiam a todo o globo. Da Africa, a China, passando por Cuba ao Camboja, chegando as Filipinas e Nicarágua. Eu poderia  fazer um textão só sobre sua influência em escala global, inspirando corações e mentes desejosos pela transformação social.

Após a morte de um de seus lideres, Lenin, a União das Republicas Socialistas Soviéticas veria-se confrontada por grandes desafios tais como retirar da pobreza seu povo e, a seguir, enfrentar as hordas nazistas durante a guerra mundial. O povo russo saiu de uma condição de miséria absurda, antes da revolução, para a perspectiva de ser uma potência econômica, tecnológica e militar, após a Revolução. O Keynesianismo e seu Estado Social só foi amplamente aceito como paradigma nas nações centrais do ocidente para se contrapor à Revolução Russa e sua força de transformação social.

Porém como nem tudo são flores um fenômeno terrível  se apossou da força da Revolução Russa e causou horrores contra a humanidade, onde aconteceram  retrocessos na "ideologia jurídica" do campo político da esquerda socialista mundial.  O assim chamado "estalinismo" perseguiria dissidentes através da repressão politica. Vários opositores de Stalin depois de presos e torturados eram forçados a confessar crimes numa espécie de farsa jurídica perfeita.

É fato também que graças a força das ideias socialistas russas, teríamos um capitalismo mais domesticado pois o atrito entre estes dois pólos humanizaria a economia política mundial. Vale lembrar que as potências do capitalismo mercantil e industrial impuseram a barbárie a povos inteiros do planeta, dizimaram civilizações, e as potências capitalistas contemporâneas seguem causando danos terríveis à humanidade, como agora o fizeram em países como a Líbia, por exemplo. Nem vou aprofundar muito o que foram as ditaduras capitalistas aqui na America Latina até bem pouco tempo atrás.

Eu não poderia deixar esta data passar batida. O exemplo de heroísmo e luta do povo russo merece ser sempre lembrado. Além disso, personalidades como Lenin, Plekhanov, Trotski e outros são inspiradores no campo da teoria para todos aqueles que sem medo e preconceito aceitam lutar por dias melhores.

Viva a Revolução Russa !
Viva o socialismo !







9 de outubro de 2017

Conferência do PCdoB movimenta classe política em Imperatriz e região


Sem dúvida foi um grande evento. A conferência municipal do Partido Comunista do Brasil fez um grande "rebú" em toda a classe política local.

Até representantes da direita mais radical foram prestigiar o evento, Lógico que  descordando profundamente da programa partidária ao qual defendemos.

Toda a classe política esteve presente. O Maranhão aparece em segundo lugar  no quesito desenvolvimento no Brasil. Enquanto a maioria dos Estados da federação amargam índices
risíveis, o Maranhão se destaca economicamente em todos os aspectos.

É a prova de que estamos no caminho certo, apesar de tantos problemas nacionais.

Com muito orgulho registro que estou na direção deste grupo comprometido com tais mudanças. Vamos que vamos, A história não para.

Militância aguerrida, inteligente e engajada!


2 de outubro de 2017

Encontro de gestores em Imperatriz define demanda da Região Tocantina para o Governo




A Região Tocantina recebeu mais uma etapa do Encontro de Gestores Regionais de Governo. No cronograma dessa terceira edição, realizado na última semana, em Imperatriz, palestras e debates definiram metas como foco na integração dos municípios e instituições estaduais e na troca de experiências entre agentes da gestão pública. 

Realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap), o encontro prossegue até esta terça-feira (05), com ações nas 19 regionais administrativas. 

O superintendente de Articulação Política da Regional de Imperatriz, Adonilson Lima pontuou que o evento une os colaboradores do Governo, chamando a gestão pública à discussão de temas de interesse da sociedade, o que garante a elaboração de demandas e soluções alinhadas à política governamental. “Um dos pilares do encontro é mobilizar e criar formas para planejar, cobrar as ações e avaliar o nível de eficácia da prestação de serviços à população”. 

Agentes públicos discutiram as demandas de cada setor encaminhando as propostas às secretarias competentes como Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e da prestação de serviços diversificados a exemplo do Viva, Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA). 

A criação de meios de capacitação de docentes foi um dos pontos abordados, assim como o incentivo à construção de mais unidades do Programa Escola Digna na região. 

Lançado recentemente, o edital com as normas do concurso público para a Polícia Militar do Maranhão (PMMA) foi outro tema dos debates. Por conta de demandas da região, foram criadas oportunidades para a saúde militar estendendo as vagas a médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais. “Foi uma reivindicação nascida na Região Tocantina que ecoou para o Maranhão inteiro e que foi prontamente acolhido pela gestão, ofertando mais essa oportunidade na saúde militar. Com o debate, mostramos a importância desse certame para a categoria. Foi muito positivo para nosso estado”, enfatizou Adonilson Lima. 

O processo de mobilização do público na Região Tocantina foi realizado nos municípios por meio dos gestores de diversos órgãos. Na ocasião, foi colocada a importância da participação e contribuição para o evento e provocando neles a necessidade de uma reunião de caráter resolutivo. Serão vários secretários de Estado presentes e possibilidades de boas ideias para melhoria da gestão pública à população. 

O relatório das atividades e direcionamentos foi encaminhado à Secap e ao Gabinete da Casa Civil. “Com esse trabalho conclusivo mostramos ao Governo como nos organizamos e como as políticas públicas pensadas pela gestão estadual chegam às regiões”, concluiu Adonilson Lima. 

Gestão em debate 

Representantes de gestão das áreas de Saúde, Educação e Agricultura, entre outros, que tenham atuação direta nos 217 municípios maranhenses estarão compondo as mesas de debates do evento. 

No diálogo com os servidores são destacadas ações desenvolvidas pelo poder público estadual neste período de gestão, como melhorias estruturais, serviços oferecidos em diversas pastas, recepção das comunidades ao trabalho e resultados alcançados. O Encontro de Gestores já esteve em Pinheiro, Itapecuru-Mirim, Rosário, Codó e Bacabal.

Fonte: Secap
Texto: Sandra Viana
Fotos: Correio Popular

30 de setembro de 2017

Divulgado edital de concurso para a PM do Maranhão


O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), publicou nesta sexta-feira (29), o tão aguardado edital para 1.171 vagas e formação de cadastro de reserva para o cargo de soldado da Polícia Militar do Estado do Maranhão e de 43 vagas e formação de cadastro para o cargo de 1ª Tenente do quadro de Oficiais de Saúde da PMMA. As inscrições serão de 16 de outubro a 16 de novembro pelo site do Centro Brasileiro de Pesquisas em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O concurso terá duas etapas e as provas serão realizadas em São Luís e região metropolitana.
Para o cargo de soldado, podem concorrer candidatos entre 18 e 30 anos, que tenham concluído ensino médio ou formação técnica profissionalizante de nível médio. Para o cargo de Tenente do quadro de Oficiais de Saúde da PMMA, podem se inscrever candidatos de até 35 anos.
Para a secretária de Estado da Gestão e Previdência (Segep), Lílian Guimarães, “esta é mais uma demonstração de que a Segurança Pública é prioridade do Governo do Maranhão. Novos efetivos são indispensáveis no combate à violência, permitindo ampliação do policiamento e assim, a garantia da segurança dos cidadãos maranhenses”.
“Éramos o estado com menos policiais do Brasil com o novo concurso serão 1.171 novos policiais para somar ao efetivo, que já teve incremento de mais de três mil policiais na gestão Flávio Dino, destacou o secretário de Estado da Segurança Pública (SSP), Jefferson Portela.
Confira o edital completo. Click aqui

29 de setembro de 2017

Jogos de Verão 2017 movimentaram o esporte e a cultura de Imperatriz


Os jogos de verão patrocinados pelo Governo do Estado em 2017 "viralizaram", fizeram o maior sucesso na cidade. Milhares de jovens e adultos encontraram-se nas mais de trocentas atividades culturais e esportivas do evento, que durou mais de hum mês.

Com o incentivo do Grupo Mateus e o apoio da Fundação Cultural de Imperatriz, os jogos envolveram nove modalidades esportivas, sendo elas beach soccer, futevôlei, vôlei de areia, hand beach, badminton, dama, xadrez, moutain bike e a tradicional travessia do Rio Tocantins,  realizados na Arena AABB, Praça União e Praia do Cacau.

Teve também atrações culturais de ponta. Diversos artistas locais e da capital puderam se apresentar na agenda que contemplou diferentes gêneros musicais, como forró pé de serra, samba, rock e sertanejo.

Isso se chama investir em "economia criativa", fomentando turismo e gerando recursos onde direta e indiretamente uma rede de serviços na cidade puderam respirar um pouco melhor em dias de tanta crise.

Gostaria de registrar aqui a entrega dos certificados a comissão organizadora , que aconteceu ontem. Imprensa, atletas e comissão organizadora se reencontraram para reviver e registrar os bons momentos dos Jogos de Verão 2017.

Parabéns a todos que puderam contribuir
Parabéns a equipe de coordenação do evento, liderados neste processo pelo amigo Marcio Papel.
Ano que vem tem mais !


27 de setembro de 2017

Arqueólogo afirma que descobriu indícios inéditos sobre ancestrais da nossa região


Há cerca de 20 anos que o Terceiro Sargento da Reserva, Luis Pereira Santiago desenvolve pesquisas em arqueologia e paleontologia em Imperatriz a partir dos vestígios deixados por duas grandes etnias indigenas: Tupi-Guarani e MacroGê. 

Formado em Geografia na Universidade Estadual do Maranhão, o pesquisador aponta um dado novo em se tratando da nossa história: a identificação de rastros deixados de forma voluntária por ancestrais da etnia Tupi-Guarani, fato esse inédito na nossa literatura científica pois até onde se sabe somente a etnia Gê teria habitado estas cercanias. 

Outra quebra de paradigma: O pesquisador pode ter descoberto o vestígio mais antigo que se tem notícia da passagem do homem pela região. 

Segundo Santiago, uma tíbia humana, encontrada no município de Riachão, fossilizada, pode ser o mais antigo indício de presença humana por estas bandas. A peça consta ter mais de dois milhões de anos.

Quem tiver interesse em conhecer o trabalho do pesquisador pode entrar em contato pelo whatsup 99 99147-3222

MOB notifica veículos por excesso de passageiros


A Agencia Estadual de Mobilidade Urbana - MOB esta realizando fiscalizações em diversos trechos intermunicipais. Na barreira do Bananal fez notificação acerca de veiculo que estava com excesso de passageiros. É o que nos informa o gerente da agencia MOB, o Prof. Davison Nascimento:

"Atendendo a uma demanda, da região tocantina, hoje realizamos fiscalização na barreira do Bananal. O objetivo principal é garantir uma boa qualidade na prestação do serviço de transporte intermunicipal. A operação resultou na notificação de um veículo por excesso de passageiros, além da advertência e assinatura de termos de compromissos em que os operadores do sistema devam se adequar aos critérios estabelecidos por lei."

Avante Agência de Mobilidade Urbana.   Governo de Todos Nós.

Na imagem abaixo, Usuários do transporte complementar mudando de veículo em função do excesso de passageiros.


26 de setembro de 2017

Secretário Adjunto da Prefeitura de Imperatriz faz desabafo: "A gestão atual está cercada de pessoas ruins e mesquinhas"


O Secretário Adjunto de Comunicação, Sidney Rodrigues desabafou pra cima da atual gestão municipal e declarou que vinha sofrendo assédio moral. O mesmo renunciou ao cargo e era um dos remanescentes do gestão de Sebastião Madeira na atual prefeitura.

Sidney desempenha o papel também de promotor cultural sendo um dos idealizadores do MOTOIMP, evento que reunia apaixonados por motos em geral. Além de ser um dos excelentes profissionais da comunicação na cidade.

Na "Carta Renuncia" , Sidney declara dentre outras coisas a falta no trato humano a sua pessoa por parte do Secretário Chefe Sergio Macedo e de que o atual prefeito Assis Ramos "nunca sera um político mas sim um eterno delegado". Confira abaixo:

EXCLUSIVO: Secretário Adjunto de Comunicação Sidney renuncia cargo e faz desabafo sobre assédio moral.   Na manhã desta terça-feira (26) Sidney Rodrigues renunciou seu cargo de Secretário Adjunto de Comunicação do Município. Segundo ele, o atual Secretário Chefe de Comunicação, Sérgio Antônio Macedo, praticava o crime de assédio moral contra sua equipe, fato que levou sua tomada de decisão. Empossado no início do ano por Assis Ramos, Sidney foi um dos poucos remanescentes da gestão de Sebastião Madeira. Juntamente com a decisão de renúncia, o ex-secretário adjunto também divulgou uma carta pessoal de desabafo sobre sua motivação. 

CONFIRA NA ÍNTEGRA: 

*Assédio moral: A pior de todas as torturas* Quem escreve é Sidney Rodrigues, até hoje, ou ontem, Assessor Adjunto da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Imperatriz. Por motivos pessoais faço esta carta em primeira pessoa para me proteger e expor tudo o que vem acontecendo comigo - e várias outros - dentro e fora da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Imperatriz. 

Tudo começou quando o Assessor chefe DETERMINOU que não sairiam ou seriam postadas fotos “posadas” por se tratarem de promoção pessoal, crime de improbidade e que só serviriam para Face, álbum de família, ou que nada tinham de jornalísticas. Até aí tudo bem, mas como divulgar o prefeito com uma foto entregando uma nomeação para alguém ou fazendo um ato de admissão coletiva, entrega de estrada ou bem público, onde ficam todos olhando pra câmera ao lado da autoridade? Mesmo sabendo da “ordem”, eu como Adjunto (nas viagens constantes do titular), tomei minhas decisões sempre pensando no melhor para o atual prefeito e a exposição de forma correta para que ficasse bem divulgada a ação. Isso também porque nem todas as fotos são profissionais, muitas vêm de celulares e os que tiram não trabalham nesse ofício de fotografar. Por isso, a escolha é sempre das fotos “menos ruins”, digamos assim. 

O chefe da comunicação de Imperatriz é um pessoa de difícil lida, nem todos se dão com ele, mas eu sempre busquei o entendimento e acima de tudo o respeito à sua pessoa, não posso dizer que tive o mesmo tratamento. Grosseiro, turrão, fala o que quer, não dá bom dia a ninguém, trata mal quem está perto ou longe, da faxineira ao mais alto cargo e acima de tudo tenta de todas as formas lhe diminuir. Diz que não há evolução, que ninguém sabe escrever, que vai colocar todos à disposição e (pasmem), ele sente prazer nisso. Não pode ser normal quem age dessa forma e espera que o outro sempre baixe a cabeça e aguarde a marreta descer. Um hora eu haveria de rebater, e o dia chegou: Reproduzo abaixo o que retornei após mais uma das tantas vezes que tive meu dia apodrecido por ameaças e grosserias: 

[08:19, 12/9/2017] Sidney Rodrigues: na boa..não ha o que fazer... por mais que eu faça vc só reclama... por mais que eu me esforce nunca ta bom mesmo quando faço coisas que ninguem faz, não ha um elogio, uma palavra de incentivo sua primeira palavra do dia é de ameaça e reclamação quando você chegar vou colocar meu cargo a disposição pra mim nao dá pra trabalhar assim. Se tem 200 fotos boas, vc só ve aquela que não lhe agrada... o PREFEITO nomeando uma pessoa e vc diz que ta errado nao espero elogios por fazer minha obrigação, mas nao consigo trabalhar nessa pressão horrivel se vc ou alguem seu fica doente eu fico preocupado, se eu fico doente vc faz piadinhas me desculpe por tentar ser o melhor, pra vc e pra gestão 

[08:23, 12/9/2017] Sidney Rodrigues: hj cheguei 7h pra levantar os dados pra matéria da entrega das casas...nao fui deixar nem meu filho na escola... mas tudo bem qdo vc chegar entrego Pronto, estava declarada a guerra. 

Este foi o dia da entrega do Teotônio Vilela onde mais uma vez pautamos a cidade toda com “nossos textos ruins”, e ele, viajando. 

Depois dessa data, ele não falaria mais comigo. Chegava e saía sem perguntar nada, nem pedia, nem passava informações cruciais da gestão. Começou a me isolar e deixar cada vez mais aparente que não eu não servia mais aos propósitos, pois eu o havia respondido 

Por várias vezes perguntei sobre isso e aquilo, onde eu era, ou mal respondido, ou não respondido. Fiquei doente uma vez, pois comi uma torta de camarão. Avisei a todos que só iria na parte da tarde, como fui, mesmo com muita dor de cabeça. No outro dia me atrasei meia hora e tive que ler no meu privado:“Comeu camarão de novo hoje?” É do conhecimento de todos que eu fico na Assessoria até 20h, às vezes 21h, para um eventual problema de frase ou texto enviado erroneamente, colocar agenda do prefeito do dia seguinte no ar e já fazer o planejamento, do outro dia para repassar à equipe, enquanto todos os servidores saem às vezes antes do término do expediente. Nunca recebi nenhuma orientação pra fazer isso, nem enaltecimento, como também nunca esperei. 

Sempre fui assim. Sou funcionário público concursado, mas venho do comércio, da iniciativa privada. Filho de sapateiro e costureira, semianalfabetos, que viriam a se tornar grandes empresários do ramo de calçados de Imperatriz. Vieram de Vitorino Freire com uma mão na frente e outra atrás. Ajudaram a construir essa cidade e eu cresci passando por muita coisa, no meio das bancas do mercadinho, vendendo, comprando, sendo filho de feirante. Pra mim o trabalho só acaba, quando termina. E assim sempre foi. 

Mas voltando à pauta: Assim continuaram os desprezos, desmerecimentos e “esquecimentos” de avisar as coisas. O clima fiou péssimo ao ponto de caírem a qualidade dos textos, servidores todos exaltados, com medo; e sem mais nem menos “o chefe” mandou que não se fizessem mais correções nas matérias, era pra ir do jeito que saíam da redação. - Explico: Existe dentro da assessoria uma rotina, uma sequência que funciona assim: > jornalista (que vai atrás da pauta e produz o texto) > corretor (que revisa, arruma erros de português, acentuação, sentido, sinônimos, enfim, corrige > Assessor Chefe (que vê a questão política e o tom, se coaduna de acordo com a linha da gestão) e eu (o último a rever, fazer a derradeira correção antes de enviar para mais de 200 contatos em todo o estado e fazer as conexões com as pessoas certas para que as matérias saiam) - pautamos rádios, tv’s, jornais e a internet com nossos “textos ruins”, tanto que segundo uma matéria da própria assessoria tiramos o atual prefeito de uma rejeição que chegava aos 80%, para uma situação cômoda de 52% de aprovação após nove meses, isso sem nenhum tipo de propaganda paga, apenas redes sociais e mídia espontânea, além de ter colocado o site da prefeitura como número um (01) no google e atingir a marca de um milhão de acessos ainda em julho, com média de 8-9 textos produzidos por dia sem equipamentos, sem transporte e sem combustível, cada um se virava ou eu pagava do meu bolso (na última semana o problema do transporte foi resolvido, liberaram um veículo com motorista). Mas por que o assessor chefe ordenaria o envio de textos sem revisão para causar constrangimentos e colocar toda a gestão em saia justa? - Explico novamente: Para poder mostrar a Ascom e seus membros como INcompetentes e INaptos; Fazer com que houvessem várias matérias ruins e com erros, publicadas e espalhadas em todas as redes sociais, jornais e no próprio site oficial - Jogo de Xadrez, tudo calculado. Ações que detectei facilmente. (Assistam House of Cards, e Game of Thrones e aprenderão a enxergar esses movimentos) - E, no fim, poder remover as peças que achar desnecessárias. 

Fico sem palavras pra descrever quem faz isso com as pessoas da sua equipe. Segue o fim da epopeia (finalmente). A gota d’água foi quando na quinta passada meu filho mais velho tinha suspeitas de estar com apendicite, e eu comuniquei no grupo de trabalho que não poderia ir pela manhã, pra resolver isso de forma mais rápida e precisa. Tive que ler do titular da pasta (que continuava viajando): “teremos matéria?”, como se meu filho fosse um nada e os textos fossem mais importantes. Crueldade como essa não deu pra aceitar, faça comigo, mas não com minha família. Procurei um ou outro secretário para comunicar essa situação, mas não tive firmeza suficiente de levar ao prefeito, pois sabia que de um jeito ou de outro ele saberia e daria um jeito de me prejudicar, contando a estória dele, da forma que bem lhe que aprouvesse. Dito e feito. 

Fui conversar com o prefeito no último sábado a noite para perguntar inocentemente se ele teria como me receber junto com alguns motociclistas em seu gabinete, dentre eles dois secretários e um outro amigo em comum, para expormos o MOTOIMP (é do conhecimento de todos que sou criador e realizador desse encontro na cidade). Um evento que acontecerá no mês de outubro, agrega cinco estados e onde a entrada é um brinquedo para ser entregue à crianças carentes no natal. O atual prefeito foi bem categórico, como se já estivesse com opinião formada sobre isso, mesmo sem saber o que seria pedido: “Não ajudaremos esse evento, temos outras prioridades. Assunto encerrado”. ...( ) 

Nesse ponto vi que não havia mais o que fazer e minha permanência estava insustentável nesse governo. Não lhe pedi nada, pedi para a cidade e ele nem sabia o que seria pedido. Todos os eventos de Imperatriz tiveram apoio, o Motoimp NÃO TERÁ, por se tratar de algo realizado por mim. O conselheiro do prefeito também não aceita o fato de eu fazer o evento; existe um incomodo que eu não consegui entender a razão. Pois lhes digo que faremos o maior encontro que Imperatriz já viu e não terá NADA de prefeitura lá. 

Admito que quando o atual gestor ganhou, senti um fio de esperança, por se tratar de um desportista, jovem, que gosta de música (inclusive Rock) e de festividades. Haviam três secretários participantes de moto clubes na próxima lista de secretários. “Agora teremos apoio incondicional para fazer a cidade aparecer ainda mais com coisas positivas através do turismo de eventos”, foi o que pensei. Mas eu não esperava alguém envenenando o alcaide dessa forma. Minha frustração foi bem maior que minha expectativa, tanto com o atual gestor, como com o Assessor Chefe de comunicação, que pra mim seria um grande professor e referência: “Nossa, aprenderei muito e saberei aproveitar cada coisa nova, pra retribuir a confiança da equipe”, ledo engano. Pois bem, e finalmente terminando (até que enfim). Vocês podem ser prefeito, Assessor, Secretário, o que for, mas não são daqui, não sabem nada do amor que se tem por esse lugar. EU SIM SOU imperatrizense, nascido e criado nesse chão, assim como meus filhos e não podem tirar isso de mim. Vocês foram adotados por essa cidade, mas não adotaram ela. As atitudes mostram isso. Desde sempre minha bandeira foi Imperatriz, por isso não tenho partido. Dentro ou fora de gestão continuarei lutando por essa terra, vocês queiram ou não. Desde pequeno eu dizia aos meus pais que iria contribuir de alguma forma com o crescimento e desenvolvimento desse lugar e tenho feito valer minha promessa. Não pedi NADA a ninguém, nem no governo anterior, nem nesse: Emprego para minha esposa, trabalho para alguém, aumento de salário, vantagem ou propina pra realizar algo, se alguém disser isso está mentindo descaradamente. Nunca fui nem na casa do atual prefeito (só sei que é na Vila Lobão), pois não sei bajular, adular ou puxar-saco de quem quer que seja. Estou, ou estava aqui por competência e por que fazia o trabalho que precisavam; MAS NÃO SOU CORDEIRO, não sou gado indo para o abate e nem subserviente a ninguém, a única coisa que exigi foi RESPEITO, coisa que não houve desde o cerimonial até o mais alto escalão do governo. Existem exceções e muitas dentro desse secretariado de pessoas boas e descentes, não citarei nomes, mas o atual prefeito está cercado de gente ruim e mesquinha, que só mostra pra ele o que querem que ele veja, gente do mal. Você perdeu um samurai que, mesmo sozinho, lutava a favor da sua administração. Desde o início, contribui. Consegui um local que fica equidistante de todas as secretarias e do gabinete, que não paga aluguel e gasta pouco com energia e insumos. Foi a primeira secretaria a funcionar, pois a estrutura já estava pronta. Começamos a trabalhar dia 30 de dezembro de 2016. Somos a única secretaria que trabalha em tempo integral (de 8h às 12h e das 14h às 18h) e que se estende até à noite quando necessário, pois a informação não pára e temos que atuar em finais de semana, em feriados e sem reclamar, sem ter hora extra ou reconhecimento, e com o titular viajando. Nada irá mudar, tudo continuará como está. O filho do sapateiro saberá contornar tudo isso, pois ninguém é insubstituível... o tempo e a roda não param de girar. Espero em meu Deus que essa cidade seja abençoada e haja bom senso daqui pra frente. 

Não serei inimigo da gestão, mas estarei vigilante. Espero também não ser perseguido em minha função mal remunerada de agente de fiscalização da Sefazgo, que não espalhem factóides com mentiras, nem coloquem páginas chapa branca, nem canalhas para rebater o que está aqui relatado. Tenho saúde e inteligência para trabalhar e me manter. Não abri mão do meu caráter, da minha moral, dos meus verdadeiros amigos, da minha família, nem dos meus princípios. Não mudei minha atitudes, nem os lugares onde sempre andei ou o que fiz. Só deixo a certeza que a pessoa que aí está, NUNCA será um político, mas sim um eterno delegado. Na política, aprenda, não se deve jamais dizer “assunto encerrado”.

25 de setembro de 2017

Cemar triplica valor das contas de energia e usuários reclamam


Em Imperatriz algumas pessoas vêm usando as redes sociais para expor suas reclamações sobre os valores cobrados na conta de energia. 

No sábado (23), Mayara Silva, proprietária de um salão de beleza, publicou na sua página no Facebook sua indignação e mostrou os valores dos últimos três meses, onde houve um acréscimo de 205% na conta de energia. “Economizo energia para vir no máximo 250 reais, passo o dia fora de casa e nos últimos meses não mudei meus hábitos e nem comprei novos eletrodomésticos”, relata Mayara Silva. 

No seu post na rede social, vários comentários foram feitos no mesmo sentido. “Esse mês gastei menos e a conta veio mais cara”, afirmou uma usuária, outra afirma que “minha conta foi de 700 reais para 3.480”. 

Nos últimos meses as agências de energia vêm usando as bandeiras amarelas e vermelhas, por determinação da ANEEL. E isso causa um aumento significativo na conta de energia, informou a assessoria da Cemar. 

Uma página do Facebook intitulada “Enquanto isso no Maranhão” fez uma postagem onde denuncia um alto valor cobrado que teria dobrado de um mês para o outro. O post teve mais de dois mil compartilhamentos e mais de mil comentários, aonde várias pessoas relataram e reclamaram de casos semelhantes em suas contas. Mayara Silva, falou que irá verificar a veracidade dos valores cobrados “já andei lendo a respeito e vou primeiro no Procon e se o caso não for resolvido, vou no ministério público”. 

Segundo a coordenadora do Procon, Josineile Pedroza, “se os consumidores quiserem rever esses valores, o Procon entra com reclamação diretamente contra a Cemar”. Mas, a coordenadora pontua que as queixas ficam mais a nível de rede social “as reclamações a nível de rede social aumentaram, mas a nível de órgão não. As pessoas comentam muito, mas na hora de formalizarem suas reclamações elas não têm interesse”. Josineile orienta ainda que “os consumidores entrem diretamente na justiça pedindo uma aferição desse medidor de energia”. 

Nos últimos dias, a Companhia de Energia do Maranhão foi vítima de uma falsa notícia intitulada “Alerta de Fraude nas cobranças da CEMAR”, que vem sendo divulgada pelo WhatsApp. A Companhia informa que está apurando a origem desta falsa informação para que as medidas cabíveis sejam aplicadas ao caso. 

Por Stephanne Menezes, do Jornal Correio Popular
Postagens mais antigas Página inicial